Última Hora

  • Parque em Tóquio é fechado após polícia detectar altos níveis de radiação

  • Após naufrágios, União Europeia concorda em triplicar a verba para lidar com crise

  • Indonésia notifica embaixada brasileira sobre execução de Rodrigo Gularte

  • Comissão de Deputados cobra agilidade na investigação sobre chacina

  • Hospital público é atingido por apagão na capital paulista

  • Vigia de transportadora é preso após cair em contradição

Brasil: Sócio majoritário de boate e mais 3 pessoas são presas em Santa Maria/RS

Segunda-feira, 28 de janeiro de 2013 - 15h55

A Polícia Civil do Rio Grande do Sul confirmou a prisão do sócio majoritário da boate Kiss, em Santa Maria, nesta segunda-feira. Segundo um dos delegados do caso, Antonio Firmino Neto, Mauro Hoffmann foi apresentado pelo advogado dele na 1ª Delegacia de Polícia da cidade.

Mais cedo, a Polícia Civil havia confirmado as prisões de outro proprietário da boate, Elissandro Spohr, e dois músicos da banda Gurizada Fandangueira, que se apresentava no momento do incêndio. Todos eles tiveram o pedido de prisão temporária de cinco dias decretado pelo juiz Regis Adil Bertolin, durante a madrugada desta segunda-feira.

A casa noturna pegou fogo na madrugada de domingo. Em depoimento, um dos sócios confirmou que o fogo foi provocado por um dos membros da banda, que acendeu um sinalizador no palco. Rapidamente, a fumaça tomou conta de toda a boate, que tinha apenas uma porta de saída. 231 pessoas morreram.

Dezenas de vítimas estão sendo enterradas em Santa Maria, nesta segunda-feira. O clima na cidade, que fica no interior do Rio Grande do Sul, é de total desolação.

+ Notícias