BandNews TV

Justiça nega pedido de advogado e mantém caseiro preso em Goiás

Wanderson Protácio confessou os 3 assassinatos, mas defesa alegou que ele está sendo ameaçado

Da Redação, com Bandnews TV 07/12/2021 • 15:41 - Atualizado em 07/12/2021 • 15:44

A Justiça de Goiás recusou um pedido de liberação do caseiro Wanderson Protácio, suspeito de matar 3 pessoas em Goiás.  

A defesa de Wanderson tinha pedido liberação alegando que o caseiro está sendo ameaçado na cadeia onde está detido.  

Mas a Justiça acatou o pedido do Ministério Público de Goiás e manteve a prisão temporária de Wanderson.

Ele confessou os 3 assassinatos depois de ser detido no sábado. O caseiro fugiu por 6 dias e se entregou no sábado.

Wanderson deve responder por 7 crimes e tem pena estimada de mais de 100 anos de prisão.